Supply chain

Como proteger o capital de giro com o Supply Finance

Por Cashforce • 13 de maio de 2020

Segundo  pesquisa realizada pelo Sebrae, mais de 27% das empresas fecham as portas em menos de um ano de atividade. Um dos principais motivos para isso é que as empresas não sabem como proteger o capital de giro.

Então entender o conceito de proteger o capital de giro é fundamental para que se tenha domínio da saúde financeira de uma empresa.

Não só entender, mas ter controle e usar esse recurso com disciplina são importantes para as suas finanças. 

Afinal, o que é e como proteger o capital de giro

O capital de giro, o ativo circulante da empresa para arcar com despesas fixas e variáveis É importante pois mostra quanto a empresa pode se dispor para executar e sanar suas obrigações e contas. 

Podendo ser usado de diversas formas dentro da empresa, desde que o uso seja de maneira correta. Por exemplo, uma empresa que vende a prazo, ela deve possuir capital de giro para custear seus clientes. 

Ele também assegura o pagamento aos fornecedores, bem como pagamento de impostos, salários e demais custos operacionais. 

Claro que com todo esse peso, o uso do capital de giro deve ter bastante planejamento.

É bastante comum usar o capital de giro para alguma despesa e não repor esse dinheiro depois. Por isso ter bastante disciplina é importante para que essa falta de recursos não ocorra. 

Como o Supply Chain Finance ajuda sua empresa a proteger o capital de giro

Exemplos internacionais

Na Europa é comum o uso do financiamento da cadeia de suprimentos por grandes empresas. A Siemens, por exemplo, adotou o sistema de Supply Chain Finance há anos como um meio de fornecer assistência e mitigação de riscos ao seu universo de fornecedores, clientes e parceiros de canal.

Segundo o site Supply Chain Brain, a Siemens utiliza esse mecanismo para ampliar sua rede de fornecedores e agilizar seu funcionamento internacionalmente. 

“Mais de 2.000 fornecedores nas Américas estão atualmente participando do programa (…). (O Supply Chain Finance) Permite que eles vendam seus recebíveis no mercado e recebam pagamento imediato das faturas, em troca de uma pequena taxa de financiamento.

Enquanto isso, a Siemens obtém as vantagens de condições de pagamento estendidas, permitindo manter o capital de giro por períodos mais longos.”

Na Índia, o Supply Chain Finance tem ajudado estabilizar a economia e para que empresas tenham capital de giro necessário para suas atividades. 

Segundo o site Industry Global News, “o financiamento da cadeia de suprimentos digital (…) garante que a cobertura de crédito seja aprimorada, os custos diminuídos e os requisitos de garantias dos mutuários diminuam e a qualidade do crédito aumentada.

Isso ajudará a criar estratégias e manter as conexões da cadeia de suprimentos e resultará em novos clientes para os bancos também. Além disso, isso melhorará o impacto econômico (…), formalizará, aumentará a fiscalização, aumentará a receita pública e até diminuirá os impostos.”

As empresas da América ainda estão muito atrás das européias com o uso desse tipo de financiamento.

Porém já é possível ver iniciativas como a Cashforce, que utilizam desses meios para incentivar a continuidade dos negócios das empresas locais. 

Como uma fintech pode te ajudar

Muitas empresas continuam a limitar seu capital de giro a fornecedores, mas o cenário oferece espaço para soluções mais criativas. 

Uma das ações que ajudam a diminuir os riscos com o uso do capital de giro é a antecipação de recebíveis. Contratar empresas que fazem este serviço, é garantia de dinheiro mais rápido, para não alterar a sua rotina administrativa.

Com o Supply Chain Finance da Cashforce, por exemplo, você diminui a quantidade de dinheiro usado na manutenção de estoque.

Uma Fintech, nesse caso, ajuda a evitar que sua empresa atue com capital de giro baixo. Não deixando que o risco financeiro seja maior e preparando o negócio para eventuais instabilidades do mercado.

Para fornecedores, contar com uma plataforma de Supply Chain Finance é ter acesso para o capital de giro com ganhos otimizados, diminuindo riscos e custos. 

Tenha acesso ao capital para produzir com taxas mais justas e desfrute dos benefícios do Just in Time Finance, a relação em que todos ganham.

Para saber mais, clique aqui e conheça a CashForce. Uma empresa onde a força do Supply Chain é o que nos move para alavancar seu negócio.


assine nossa newsletter

Mantenha-se atualizado com as últimas novidades do Supply Chain Finance

Posts relacionados