Finanças

Gestão orçamentária: 5 dicas para não perder o controle de suas finanças

Por Cashforce • 26 de novembro de 2020

Uma empresa que deseja crescer e alcançar todos os seus objetivos, é importante utilizar de uma boa gestão orçamentária. Geralmente, nesta época final do ano, entre outubro, novembro e dezembro, as empresas começam a traçar suas estratégias para o próximo ano.

Este é o momento de determinar alguns ajustes, baseados nos anos anteriores e definir o rumo do negócio. Uma boa estratégia exige que a empresa siga algumas etapas para que ela tenha um bom planejamento.

Para que fique claro, neste conteúdo vamos explicar melhor o que é gestão orçamentária e trazer cinco dicas para ajudar a se programar para o próximo ano.

Conceito de gestão orçamentária e sua importância

A importância do orçamento empresarial é justamente para prever que os recursos serão aplicados em determinado período. O gestor, ao elaborar o orçamento, deve prever as despesas e receitas que terá no futuro.

Com essas previsões, ele consegue saber onde, quando e quanto de verba será necessário para alcançar esses objetivos. Em resumo, isso se trata de gestão orçamentária.

A maioria das empresas fazem orçamentos mensais, trimestrais, semestrais e anuais. Quanto maior o período analisado, melhor para se adaptar em diversas situações, para ter uma visão completa do que vem no futuro.

Com o planejamento e o monitoramento constante, é possível fazer ajustes no orçamento quando necessário. Por exemplo, o dinheiro que estava designado para um determinado equipamento, acabou sobrando. Na prática, dá para alocar esse valor que sobrou em outro recurso.

Portanto, para pensar nos próximos passos da empresa com mais tranquilidade, é preciso ter meios eficazes de fazer uma boa gestão do orçamento. Isso abre margem para que possa fazer investimentos, aumentar a rentabilidade e até diversificar a linha de produtos. Além disso, existem outros benefícios:

  • A possibilidade de uma tomada de decisão mais assertiva;
  • Avaliar previamente o retorno sobre investimento;
  • Investimento em novas parcerias de negócio;
  • Prever, ou até mesmo evitar, a necessidade de empréstimos bancários.

De fato, esses benefícios podem facilitar a vida do gestor financeiro ou empreendedor que toma conta deste setor na empresa. Através de uma boa gestão orçamentária, visando os melhores caminhos para lidar com as finanças de maneira correta.

Gestão orçamentária: 5 dicas para não perder o controle de suas finanças

5 dicas de gestão orçamentária para manter suas finanças sob controle

Apesar de terem alguns momentos conturbados na vida financeira de uma empresa, muitas acabam aproveitando esse momento para aderir a novas ferramentas. De fato, elas ajudam a passar por esses momentos com mais facilidade e preservando as finanças.

Dessa maneira, trouxemos cinco dicas de como lidar de maneira correta com as crises e cuidar da gestão orçamentária de sua empresa:

Tenha um orçamento colaborativo

Antigamente, era comum que o orçamento anual de uma empresa, fosse destinado de uma maneira macro pela diretoria, para os demais setores da empresa.

Hoje em dia, as empresas estão aderindo ao orçamento colaborativo ou descentralizado.

Neste modelo, os setores ficam responsáveis por propor o seu próprio orçamento, estimulando o engajamento da equipe a participar de todo o processo.

Independente se o planejamento orçamentário for programado para o próximo ano, o orçamento colaborativo tem se mostrado cada vez mais eficiente.

Pois, os profissionais que trabalham naquele setor, pode estabelecer um valor mais assertivo nos custos.

Elabore um planejamento financeiro detalhado

Esse assunto pode até parecer clichê, mas muitas empresas acabam falhando na hora de preparar um planejamento financeiro com todas as informações.

Quando há uma especificação detalhada do investimento relacionado ao ano anterior, a tarefa do setor financeiro fica bem difícil.

Em muitos casos, gastos considerados irrisórios causam um impacto negativo no fluxo de caixa. Isso tudo pois os cálculos não foram feitos de maneira correta.

Posteriormente, ocorre um aumento de encargos tributários, variações de valores com fornecedores de matéria prima, despesas fixas e outros. Esses tipos de gastos, podem ser estimados com uma certa antecedência, para que a empresa tenha uma visão prévia de como será o âmbito financeiro.

Fique atento com as despesas do RH

Durante algum período de crise, as empresas evitam fazer contratações e, em alguns casos, acabam fazendo algumas demissões para diminuir o quadro.

Porém, existe o outro lado da moeda, as empresas que contratam mesmo nesses períodos de reparação econômica.

Ambas afetarão o fluxo de caixa, tendo em vista que não é apenas salário e benefícios que compõem a contratação.

Uma demissão, por exemplo, pode gerar uma série de despesas para a empresa e, caso ela não esteja preparada, pode acabar deixando as finanças da companhia no vermelho.

Desta maneira, é sempre bom lembrar que existem alguns encargos trabalhistas que devem ser observados de perto, para não ocorrer erros no orçamento da empresa.

Essa série de encargos são o que chamamos de férias, décimo terceiro, dissídio, bonificações e outros pontos que compõem uma admissão de funcionário. Colocando em pauta para que tenha uma boa gestão orçamentária.

Gestão orçamentária: 5 dicas para não perder o controle de suas finanças

Tenha um fluxo de caixa controlado

Outro ponto que parece óbvio quando mencionado, é ter um fluxo de caixa controlado, tendo em vista que é preciso ter noção de tudo que entra ou sai da empresa. Porém, tudo que parece óbvio, em alguns casos, os gestores e empreendedores acabam perdendo o controle.

Todos os custos, sejam eles diretos ou indiretos, devem ser calculados de forma correta, para que não haja surpresas em relação aos valores.

Para manter um fluxo de caixa controlado, muitas empresas buscam por outras saídas antes de fazer um empréstimo, por exemplo. Uma dessas saídas é a antecipação de recebíveis.

De uma forma simples, a antecipação de recebíveis funciona como um recurso para as empresas adiantar o recebimento de valores que chegariam no futuro. Isso é claro, por através de uma empresa que faz esse tipo de trabalho.

A CashForce, por exemplo, é uma empresa que através do Supply Chain Finance para levar a sua organização para mais longe. Proporcionando que seja feito, através de nossa plataforma, a antecipação dos recebíveis de maneira rápida e direta.

Receber o dinheiro de suas vendas futuras de maneira rápida é uma forma de manter o fluxo de caixa da sua empresa no azul. Em alguns casos, a planilha de fluxo de caixa acaba não dando conta do trabalho, mas existem outras formas de administrar o fluxo de maneira correta.

Utilize KPIs adequados para uma boa gestão orçamentária

Na hora de escolher quais os indicadores de performance (KPIs) usar, para saber qual o melhor para o planejamento dentro da empresa, é comum incluir dezenas de indicadores. Porém, a escolha de poucos itens facilita todo o processo de análise e garante mais controle no planejamento.

É importante também se lembrar de contabilizar os parâmetros que a empresa possa controlar. Ou seja, para que não ocorra o risco de enfraquecer qualquer plano de ação, antes de ser iniciado, contabilize tudo de maneira correta.

Por fim, o mais importante é entender com clareza a relação entre os indicadores. Como os planos de ação terão como meta alterar alguns indicadores, é fundamental entender quais as suas complicações para não ter surpresas.

Para impactar na lucratividade, por exemplo, você pode se basear nos seguintes tópicos:

  • Incentivos aos canais de venda e distribuição (comissões e prêmios);
  • Segmentos de marketing;
  • Oferta e precificação de produtos;
  • Políticas de atendimento ao cliente.

A importância do alinhamento dessas ações descritas para uma boa gestão orçamentária é essencial. Os pontos citados podem ser verdadeiros propulsores para melhorar o negócio.

Eventualmente, isso pode se tornar o propulsor para o crescimento da organização de maneira correta. Portanto, fazer com que seu gerente financeiro aplique isso na organização, é um ótimo caminho para o sucesso.

Para saber mais sobre o setor financeiro, com conteúdos que mostram a importância dos processos dentro da empresa, clique aqui e veja em nosso blog. 

A CashForce mostra o melhor caminho, começando pela organização dos setores, para que o crescimento sempre uma ótima tática.


assine nossa newsletter

Mantenha-se atualizado com as últimas novidades do Supply Chain Finance

Posts relacionados